sábado, 20 de setembro de 2014

O que mudou?

"Jesus Cristo é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente." Hebreus 13:8

     Ao estudar a história do Brasil para um concurso que fui prestar, me deparei com algumas situações repetidas da nossa época e pude perceber que o sistema político brasileiro não é muito diferente nas idas e vindas dos governantes. Claro que há peculiaridades de cada um e diferenças marcantes, mas o molde republicano não é lá tão diferente do sistema imperial, o qual, por sua vez, também não tem um esqueleto muito diferente da colônia e, talvez, o sistema dos índios não era tão democrático como sonhamos.

domingo, 24 de agosto de 2014

Azeite de Oliva

"Tu, pois, ordenarás aos filhos de Israel que te tragam azeite puro de oliveiras, batido, para o candeeiro, para fazer arder as lâmpadas continuamente." Êxodo 27:20

     Acredito que já tenha publicado alguma coisa sobre esse tema em tempos passados, mas gostaria de retomar esse texto para expor mais uma vez a importância de termos as lâmpadas acesas continuamente em nosso novo tabernáculo, a saber, nosso interior. Sabe-se que de muito valor era o azeite nos tempos do Antigo Testamento. Em II Reis 4, lemos a história de Eliseu multiplicando o azeite de uma viúva e com a venda desse azeite, ela conseguiu pagar as dívidas que seu falecido marido deixara e ainda sobrou para que a família vivesse do resto. Além disso, uma importante lição nos é dada: o azeite parou de sair da botija quando as vasilhas vazias acabaram. Se formos além do texto, podemos aplicar isso às nossas vidas, pois quando estamos vazios de nós mesmos é que receberemos o azeite do SENHOR; o orgulhoso nunca terá essa benção.

domingo, 17 de agosto de 2014

Antigas Escrituras - Parte III

"Bem aventurados sois vós quando vos injuriarem, e perseguirem, e, mentindo, disserem todo o mal contra vós, por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós." Mateus 5:11-12

     Nesta série de reflexão sobre a importância das Antigas Escrituras, procurei trazer como base somente palavras do nosso Senhor Jesus registradas na Bíblia. Muito teria que se dizer de outras personagens que tratam do assunto e ressaltam a importância do texto que hoje chamamos de Antigo Testamento, mas tenho certeza que o foco de toda mensagem de Deus é apontar a salvação pelo Filho e não ninguém mais competente para revelar o Pai que o Filho. Dessa forma, acredito que tenha fechado esse ciclo com esta terceira parte, porém este assunto deve revirar nossas mentes continuamente para que entendamos cada etapa da Aliança de Deus com os homens, revelando em qualquer instância, tempo e/ou oportunidade, o Amor e a Graça de Deus, independentemente se na época da Lei ou na época da Graça. (Pelo que proponho, não existe mais isso de época da Lei ou da Graça, visto que a Lei manifesta a Graça e a Graça cumpre a Lei.)

domingo, 10 de agosto de 2014

Antigas Escrituras - Parte II

"Mas recebereis virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra." Atos 1:8

     Retomando a discussão do texto anterior: temos em mente que a Antiga Escritura é a base de Fé no Filho, e assim a Lei que foi cumprida em Jesus deve ser obedecida ainda que muitos vejam diferença entre época da Lei e época da Graça. Aparentemente essa divisão vai perdendo o sentido. Outro ponto importante é que não excluímos o Novo Testamento, já que é mais excelente e melhores promessas vieram desta Aliança, sendo uma delas o Espírito Santo.

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Antigas Escrituras - Parte I

"Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre." João 7:38

     Esse texto derrubou em mim uma noção sobre as Escrituras e isso me fez pensar sobre a diferença entre Lei e Graça mais uma vez; a diferença agora - afinal não quero ser repetitivo em escrever - é que surgiu um novo elemento na minha concepção dessas coisas: a Fé.

domingo, 27 de julho de 2014

Os Enganos Sutis

"Quando profeta ou sonhador de sonhos se levantar no meio de ti e te der um sinal ou prodígio, e suceder o tal sinal ou prodígio, de que te houver falado, dizendo: Vamos após outros deuses, que não conheceste, e sirvamo-los, não ouvirás as palavras daquele profeta ou sonhador de sonhos, porquanto o SENHOR, vosso Deus, vos prova, para saber se amais o SENHOR, vosso Deus, com todo o vosso coração e com toda a vossa alma." Deuteronômio 13:1-3

     Sempre gostei desse texto, porque ele me faz estar atento ao que eu ouço, vejo e percebo e não me deixa ser levado por qualquer mensagem bem elaborada ou "eventos mágicos" como os magos do Egito faziam assim que Moisés apresentava um sinal. O texto parece bem evidente e parece também que nenhum israelita iria após esse tipo de profeta ou sonhado de sonhos; mas não foi o que aconteceu. Eles seguiram após outros deuses.

domingo, 29 de junho de 2014

Cheque em Branco

"Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei." João 14:14

     Essas são as palavras de Jesus. Fortes, ao meu ver. Perdoe-me o leitor dessa vez, porque eu não tenho muito o que falar disso, apenas uma reflexão bem rápida sobre o que mais me chama atenção nesse verso; e já adianto não é o fato de poder realizar os meus pedidos. No verso anterior, Jesus também fala algo assim, só que com a finalidade de o Pai ser glorificado no Filho. Então, não tenho razão nenhuma para acreditar que Jesus vai ser um gênio da lâmpada que realiza meus pedidos, até porque Tiago nos alerta:
"Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites." (Tg 4:3)